O Escriba
v2.0
Uma minoria só é impotente quando se amolda à maioria (Henry D. Thoreau)

Denuncismo
         quarta-feira, julho 20, 2005


         
Quando critico o denuncismo da imprensa, não é pra defender este ou aquele partido. Mas sim para evitar pré-julgamentos, que causam tantos problemas a todos. A imprensa brasileira - e no mundo em geral - é mestre em derrubar o cara e depois fazer cara de paisagem quando as denúncias não se comprovam. Lembram do caso da Escola Base, aqui em São Paulo? Pois é, destruiu a vida de uma família inteira e agora, aos poucos, essas pessoas começam a retomar a vida. É claro que com uma boa ajuda de nossa lenta Justiça, que garantiu uma indenização de R$ 200 mil para cada um dos três atingidos - isso só pelas matérias que foram publicadas na revista IstoÉ. Faltam Folha de São Paulo, Veja, etc...

O jornalismo é a arte de editar a realidade. Mas mais do que isso, é também a arte de publicar aquilo que interessa a determinado grupo político. Sim, porque imprensa faz parte do jogo político. Ou alguém ainda acredita que jornalista não tem coloração política-partidária? Um dos poucos veículos de comunicação no Brasil que teve a coragem de externar sua posição política foi a revista Carta Capital, que disse apoiar Lula, logo que ele foi eleito. As demais publicações escondem suas preferências, covardemente.

Mas vivemos também o reinado do furo jornalístico, que faz com que todos os veículos da imprensa publiquem tudo que possa colocá-los na linha de frente dos fatos, mesmo que o 'fato' publicado não seja tão consistente assim. A manchete errada hoje, uma nota de correção amanhã, e fica por isso mesmo, vamos fechar o jornal do dia seguinte.

Nós jornalistas temos o hábito de termos posições firmes sobre praticamente qualquer assunto e quem já discutiu com um - eu mesmo, oras! - sabe como é difícil e muitas vezes chato. Mas quando são atacados, se fecham em um grupo coeso e unido, de fazer inveja ao mais corporativista dos advogados. Sai debaixo. Quando contrariados, idem.

O que aconteceu, por exemplo, com a jornalista Melissa Monteiro, é bem emblemático. Ela conseguiu uma entrevista exclusiva com o presidente Lula. Como boa frila que é, fez a entrevista (furando a fila de dezenas de jornalistas mais, digamos, tarimbados, que tentam há meses essa graça, mas não conseguem), tentou vender na França sem sucesso e, finalmente, vendeu para a Globo, mais precisamente para o programa Fantástico.

Pois bem, foi trucidada por 'coleguinhas' como a badalada colunista Míriam Leitão, porque teria feito perguntas ruins, não teria pressionado o presidente suficientemente, mas o que fica parecendo é choro de quem foi preterido. Melissa furou a panela. Muito 'foca' desistiu da profissão por ter feito o mesmo, sem segurar a onda depois, sendo esculachado por jornalistas decanos da profissão...

A imprensa é livre e assim deve ser. Mas erra e muito. É parcial quase sempre. E nada disso seria problema, desde que fosse menos sórdida e mais honesta quando confrontada com seus erros e deslizes. O Financial Times fez uma análise boa do que está acontecendo agora na imprensa brasileira. Sem equipes suficientes, com as redações no osso da borboleta, cheias de estagiários e frilas (nada contra), os jornais publicam qualquer denúncia, sem checar sua veracidade ou consistência.

A lista do Rodrigo Maia, líder do PFL, é bem o caso. Jogou lama em um monte de gente - culpados ou não. O Jornal Nacional deu destaque, Folha também, Estadão, O Globo, etc. Depois viram que não era bem aquilo. Alguém leu alguma errata? Pedido de desculpas? Nadica de nada. Mas aí foda-se, deixa rolar, bola pra frente... (ver aqui outro bom artigo sobre o assunto).

Edição da realidade. O público leitor de jornais no Brasil deveria saber disso, mas muitos não se tocam. Tenho amigos esclarecidos que tomam como verdade absoluta o que sai no jornal ou revista. Quando apresentados a dados que mudam aquela realidade apresentada, ficam pasmos. Jornalista é mentiroso? Claro que não, com raríssimas exceções. Mas publica aquilo que quer, que acha mais conveniente.

A realidade tem que caber na pauta. Vejam este exemplo.

Jornalistas pregam a moralidade e ética, mas as principais redações brasileiras escondem os frilas e estagiários quando fiscais da DRT (Delegacia Regional do Trabalho) fazem blitz em suas dependências... Em muitos casos não depositam FGTS, não pagam horas extras, criticam subsídios para determinados setores da economia, mas não vivem seu belo desconto na compra de papel, enfim, são capitalistas no lucro e socialistas no prejuízo. São oportunistas, adeptos da Lei de Gérson, querem se dar bem sempre.

E ai de quem falar mal. Será exposto, trucidado, humilhado, caluniado, debochado. Sem dó, nem piedade. E que venha o próximo!


         # Jorge Cordeiro @ 21:57

<< Home

|


Creative Commons License
Get Firefox!


Seja assinante d'O Escriba! É só cadastrar seu email abaixo


powered by Bloglet
Defenda os Oceanos! Information Is Not Knowledge Navegando
Álbum de família
Urubus (ex-alunos do CPII)
High Times
Andy Miah
Wikipedia
Natural Resources Defense Council
Michael Moore
World Press Photo
Alan Moore
Filosofia Sufi
Attac
The Economist
BBC Brasil
Greenpeace
Warnet
O Cruzeiro digital
Subcomandante Marcos
Pedala Oposição
A For Anarchy

Blog-se
1/2 Bossa Nova e Rock'n'Roll
Projeto Luisa
Paulistanias
Idiotas da Objetividade
Primavera 1989
Lawrence Lessig
Fotolog da Elen Nas
A Noosfera
Blog do Neil Gaiman
Saturnália
Kaleidoscopio
Conversa de Botequim
Cera Quente
Blog da Regina Duarte
Coleguinhas
Cascata!
Insights
Mandrake: O Som e a Palavra
Cocadaboa
Academia
Viciado Carioca
Promiscuidade em Beagá
Stuff and Nonsense
Google Maps Mania
Laudas Críticas
Google Blog
Síndrome de Estocolmo
Tudo na Tela
Uma Coisa é Uma, Outra Coisa é Outra
Sensações
Ovelha Elétrica
Yonkis
Totally Crap
Mídia Alternativa
Guerrilla News Network
Revista Nova-E
Centro de Mídia Independente
Observatório Brasileiro de Mídia
Center For Media and Democracy
Comunix
Jornais do mundo
Disinfopedia
Agência Carta Maior
Project Censored
Stay Free Magazine
AntiWar
Red VoltaireNet
Consciência.net
Tecnologia
Electronic Frontier Foundation
Mozilla Firefox
Artigos Interessantes
Portal Software Livre BR
CNET News.com
Slashdot
Kuro5hin
Wired
Creative Commons
Engadget
Música
Downhill Battle
Soul City
Planeta Stoner
Movie Grooves
Hellride Music
Stoner Rock
Ether Music
Funk is Here
Sinister Online
Alan Lomax
Rathergood
Frank Zappa
Válvula Discos
Beatallica
Bambas & Biritas
The Digital Music Weblog
Saravá Club
8 Days In April
Violão Velho
Bad Music Radio
Creem Magazine
Detroit Rock & Roll
Afroman
Nau Pyrata
Cinema
Rotten Tomatoes
Cinema em Cena

Arquivos
Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006


Últimos Artigos
Tudo passa
E agora, fecha-se o Congresso?
Sabotagem
Daslu Carandiru
Pau que dá em Chico ...
Dura lex, sed lex
Quem diria
Timing
Corporativismo danoso
A casa caiu

Build free web site
Site
Meter
Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

   Jorge Cordeiro  / Semear palavras, colher idéias Propulsões Digitais Redpogo
   Você é o seu próprio obstáculo - eleve-se sobre si mesmo