O Escriba
v2.0
Uma minoria só é impotente quando se amolda à maioria (Henry D. Thoreau)

Caché
         quarta-feira, maio 10, 2006


         
Fazia tempo que não ia ao cinema. Como bem lembrou a Ana, desde Sobre Café e Cigarros, do Jim Jarmush. Pois nesta terça, rumamos ao Market Place aqui perto pra ver o que poderíamos fazer pra atualizar nossa precária cultura cinematográfica. Entre o pastiche de Alan Moore e o frenesi cientológico de Tom Cruise, ficamos com Caché, produção franco-austro-ítalo-alemão do diretor austríaco Michael Haneke, vencedora de alguns prêmios em Cannes (entre eles de um enigmático júri ecumênico, o q seria isso?). Na mosca! Como é bom ver cinema europeu. Nos dá uma boa desintoxicada do lixo hollywoodiano e televisivo que ruminamos dia-a-dia. Nada de corte abruptos, câmera frenética, música invasiva, atuações canastronas e roteiros mequetrefes que debocham da gente e embotam qualquer raciosímio mais elevado. Cada posicionamento ousado de câmera ou tenso diálogo entre Juliete Binoche e Daniel Auteuil, é um gozo de puro cinema, do qual eu, Ana e mais seis espectadores nos fartamos a valer.

Haneke faz uma ácida crítica à sociedade ocidental (não só européia, como muitos disseram por aí), conformista, egotrípica e ísta, narcisista a ponto de responder com violência extrema, sem um mínimo de reflexão, tudo que possa ameaçar nosso confortável status quo vazio e hipócrita. Nosso passado nos condena à ordem que engaiola o caos criador. Quem disse que a história acabou? O choque de civilizações continua lépido e fagueiro, sempre a nos esfregar na cara toda a intolerância que alimentamos nos jornais, TV, comentários inocentes e atitudes diárias. Estamos num beco sem saída, paranóicos, esperando apenas um sinal para expor toda nossa vileza em todo seu esplendor.

Fiquei alguns minutos estático, preso à cena final do filme que me remeteu diretamente ao choro do Martim quando saímos para o cinema. "Eu vou também, combinado? combinado? não vai pai, deixa eu ir também, eu vou..." implorava ele na porta de casa, seguro pela babá. A cena foi um espelho do que Haneke nos ofereceu horas depois, como réquiem de uma sociedade que joga seus problemas para debaixo do tapete enquanto o mundo não explode.

Que venha o caos pra pôr ordem nessa zorra toda.


         # Jorge Cordeiro @ 02:47

<< Home

|


Creative Commons License
Get Firefox!


Seja assinante d'O Escriba! É só cadastrar seu email abaixo


powered by Bloglet
Defenda os Oceanos! Information Is Not Knowledge Navegando
Álbum de família
Urubus (ex-alunos do CPII)
High Times
Andy Miah
Wikipedia
Natural Resources Defense Council
Michael Moore
World Press Photo
Alan Moore
Filosofia Sufi
Attac
The Economist
BBC Brasil
Greenpeace
Warnet
O Cruzeiro digital
Subcomandante Marcos
Pedala Oposição
A For Anarchy

Blog-se
1/2 Bossa Nova e Rock'n'Roll
Projeto Luisa
Paulistanias
Idiotas da Objetividade
Primavera 1989
Lawrence Lessig
Fotolog da Elen Nas
A Noosfera
Blog do Neil Gaiman
Saturnália
Kaleidoscopio
Conversa de Botequim
Cera Quente
Blog da Regina Duarte
Coleguinhas
Cascata!
Insights
Mandrake: O Som e a Palavra
Cocadaboa
Academia
Viciado Carioca
Promiscuidade em Beagá
Stuff and Nonsense
Google Maps Mania
Laudas Críticas
Google Blog
Síndrome de Estocolmo
Tudo na Tela
Uma Coisa é Uma, Outra Coisa é Outra
Sensações
Ovelha Elétrica
Yonkis
Totally Crap
Mídia Alternativa
Guerrilla News Network
Revista Nova-E
Centro de Mídia Independente
Observatório Brasileiro de Mídia
Center For Media and Democracy
Comunix
Jornais do mundo
Disinfopedia
Agência Carta Maior
Project Censored
Stay Free Magazine
AntiWar
Red VoltaireNet
Consciência.net
Tecnologia
Electronic Frontier Foundation
Mozilla Firefox
Artigos Interessantes
Portal Software Livre BR
CNET News.com
Slashdot
Kuro5hin
Wired
Creative Commons
Engadget
Música
Downhill Battle
Soul City
Planeta Stoner
Movie Grooves
Hellride Music
Stoner Rock
Ether Music
Funk is Here
Sinister Online
Alan Lomax
Rathergood
Frank Zappa
Válvula Discos
Beatallica
Bambas & Biritas
The Digital Music Weblog
Saravá Club
8 Days In April
Violão Velho
Bad Music Radio
Creem Magazine
Detroit Rock & Roll
Afroman
Nau Pyrata
Cinema
Rotten Tomatoes
Cinema em Cena

Arquivos
Setembro 2004
Outubro 2004
Novembro 2004
Dezembro 2004
Janeiro 2005
Fevereiro 2005
Março 2005
Abril 2005
Maio 2005
Junho 2005
Julho 2005
Agosto 2005
Setembro 2005
Outubro 2005
Novembro 2005
Dezembro 2005
Janeiro 2006
Fevereiro 2006
Março 2006
Abril 2006
Maio 2006
Junho 2006
Agosto 2006
Setembro 2006
Outubro 2006
Novembro 2006
Dezembro 2006


Últimos Artigos
Tyger
Denise Frossard, a sanguessuga
Mais do mesmo
Puki Game
Homenagem
Audácia!
Tosqueira
Show num submarino
Comparação
Alice Cooper DJ

Build free web site
Site
Meter
Weblog Commenting and Trackback by HaloScan.com

   Jorge Cordeiro  / Semear palavras, colher idéias Propulsões Digitais Redpogo
   Você é o seu próprio obstáculo - eleve-se sobre si mesmo